quinta-feira, maio 07, 2009

Lembrete necessário e oportuno

Nenhum culto deve ser transformado em "show" para exibição artística, seja da oratória do pregador, da voz magnífica de um solista, da perfeição de um coral, ou da "santidade", preparo intelectual ou profundidade espiritual de qualquer pessoa. Nenhuma pessoa deve ser homenageada durante o culto; somente Deus deve receber nossa honra nessa hora.
Culto não é reunião de sociabilidade. Na vida da igreja também há lugar para a sociabilização, porém em hora e local apropriados. Resistamos à tentação de querer transformar a igreja em clube social, mesmo com o pretexto de atrair pessoas e fazer a igreja crescer.
Em 1Coríntios 14, onde Paulo escreve a ordem do Culto, ele dá ênfase a dois pontos: "Faça-se tudo para edificação" e "Faça-se tudo com decência e ordem".

2 comentários:

Fábio Adiron disse...

O culto é propriedade exclusiva de quem é cultuado. Todo resto é apenas coadjuvante

Pedro disse...

Bendito seja Deus por essas instruções bíblicas aqui ensinadas para a boa ordem do culto que prestamos ao Senhor Deus. Amém.